Equipa de Investigadores com Competências na Área de Engenharia e Informatica

Octavian Postolache

Pedro Silva Girão

Miguel Dias Pereira

Vitor Viegas

Rui Madeira

André Catarino

Helder Carvalho

Prof. Dr. Octavian Adrian Postolache, investigador de Instituto de Telecomunicações  é especializado em Engenharia Eletrica, particularmente no desenvolvimento de sensores inteligentes na area biomedica e monitorização de ambiente, no processamento de sinais, telecomunicação e aplicação de inteligencia computacional para medidas automatizadas dos sinais. A partir de 2012 é professor no Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), Escola de Tecnologia e Arquitectura. 

opostolache@lx.it.pt

Prof. Dr. Pedro Silva Girão é professor catedrático no Departamento de Engenharia Computacional e Elétrica, do Instituto Superior Técnico, Universidade de Lisboa, Diretor do Grupo de Instrumentação e Medidas do Instituto de Telecomunicações. A sua investigação está relacionada com instrumentos, transdutores, técnicas de medidas, processamento digital dos dados com aplicação em biomedicina e investigação ambiental.

Prof. Dr. Miguel Dias Pereira é professor coordenador da Escola Superior de Tecnologia, do Instituto Politécnico de Setúbal e investigador do Instituto de Telecomunicações, grupo Instrumentação e Medidas. A sua investigação está relacionada com sistemas autómatas de medida, sensores inteligentes, processamento de dados, aquisição e processamento de sinais biomédicos.

Prof. Dr. Vitor Viegas é professor da Escola Superior de Tecnologia, do Instituto Politécnico de Setúbal e investigador do Instituto de Telecomunicações, grupo Instrumentação e Medidas. A sua investigação está relacionada com sistemas inteligentes de medida, instrumentação biomédica, informática industrial.

Prof. Rui Madeira é professor auxiliar da Escola Superior de Tecnologia, do Instituto Politécnico de Setúbal e investigador no grupo de Engenharia Informática da Universidade Nova de Lisboa. A sua investigação está relacionada com dispositivos móveis, ambientes inteligentes, objetos inteligentes, aprendizagem móvel.

Prof. Dr. André Catarino é professor catedrático na Universidade de Minho, Departamento de Engenharia Têxtil e investigador no Centro de Ciências e Tecnologia Têxtil. A sua investigação contribui no desenvolvimento de têxteis para instrumentação electrónica, instrumentação biomédica, processamento de sinais, reconhecimento de padrões.

Prof. Dr. Helder Manuel Teixeira Carvalho licenciou-se em Engenharia Electrotécnica e de Computadores na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (1992) e concluiu Mestrado e Doutoramento em Engenharia Têxtil na Universidade do Minho (1998 e 2004). É atualmente Professor Auxiliar do Dep.Eng.Têxtil na Universidade do Minho e investigador do Centro de Ciência e Tecnologia Têxtil. Tem vindo a trabalhar nos últimos anos em investigação nas interfaces entre Têxtil e Eletrónica, nomeadamente em sensores, instrumentação, automação e controlo de processos e em e-têxteis.

Equipa de Investigadores com Competências na Área de Fisioterapia e Psicologia

Raul Oliveira

Rita Cordovil

Luisa Lima

Patricia Arriaga

Gabriela Postolache

Prof. Dr. Raul Oliveira é professor na Faculdade de Motricidade Humana e investigador de Laboratório de Comportamento Motor. Especializado em Fisioterapia a sua investigação está relacionada com perturbações músculo-esqueléticas da coluna vertebral – da análise dos factores de risco às estratégias de prevenção e intervenção, lesões desportivas e fisioterapia em desporto.

Prof. Dr. Rita Cordovil é professora na Faculdade de Motricidade Humana e investigadora de Laboratório de Comportamento Motor. É especializada em Ciências de Desporto. A sua principal investigação está na área de percepção e ação, desenvolvimento e aprendizagem.

Prof. Dr. Luisa Lima é professora catedrática na Escola de Psicologia de Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) e investigadora e diretora do Centro de Investigação e Intervenção Social (CIS-IUL). Os seus interesses de investigação centram-se na psicologia social da saúde e do ambiente, incluindo a percepção e comunicação de riscos.

Prof. Dr. Patricia Arriaga é professora auxiliar no Departamento de Psicologia Social e Organizacional do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) e investigadora do Centro de Investigação e Intervenção Social (CIS-IUL). A sua investigação está centrada na área da emoções e seu impacto na saúde, incluindo desenvolvimento e avaliação de ferramentas eletrónicas aplicadas à saúde e análise do impacto social do uso de jogos eletrónicos. 

Dr. Gabriela Postolache é investigadora no Instituto de Medicina Molecular e Instituto de Telecomunicações. A sua investigação centra-se na fisiologia cardiovascular e instrumentação medica. Colaborou no desenvolvimento de várias técnicas e instrumentos de medida dos sinais vitais e das funções motoras.

Investigadores Bolseiros

André Antunes

Luis Teixeira

 

Miguel Nave

 

Eduardo Reis

Joana Pinho

Licenciado em Engenharia Informática, ramo de Engenharia de Software, pelo Instituto Politécnico de Setúbal. Investigador no IT - Instituto de Telecomunicações, no projecto “TailorPhy - Smart Sensors and Tailored Environments for Physiotherapy”.
Docente na Escola Superior de Tecnologia do Instituto Politécnico de Setúbal.
Áreas de especialização em web, multimédia, jogos, jogos sérios, gamificação, sensores.
Músico e ilustrador.

Licenciado em Engenharia de Telecomunicações e Informática (ISCTE-IUL) e Mestrando em Engenharia de Telecomunicações e Informática (ISCTE-IUL)

Luís Teixeira tem um Mestrado em Engenharia Informática e de Computadores do ISEL/IPL e um Doutoramento em Motricidade Humana na especialidade de Ergonomia da FMH/ULisboa. O seu trabalho tem-se focado em investigação relacionada com o use de soluções de Realidade Virtual. Actualmente está envolvido num projecto relacionado com o uso de Exergames para Reabilitação Motora.

Eduardo Reis é atualmente investigador pelo CIS-IUL/ISCTE-IUL no projeto TailorPhy – Smart Sensors and Tailored Environments for Physiotherapy. No âmbito deste projeto, auxiliou o desenvolvimento de um videojogo ativo personalizado para a reabilitação motora dos membros superiores, tendo conduzido testes de usabilidade e da adequação a diversos constructos psicológicos com o mesmo. Licenciou-se em Psicologia e completou o mestrado em Psicologia Social e das Organizações no ISCTE-IUL, tendo-se focado na medição contínua de emoções e dados fisiológicos na sua tese de mestrado. Ingressou recentemente no 1º ano do Programa Interuniversitário de Doutoramento em Psicologia Social (LiSP), e com o seu projeto pretende averiguar de que forma homens vitimizados em relações íntimas de sexo oposto ou do mesmo sexo experienciam esta vitimização, quais as barreiras que enfrentam na procura de ajuda, e de que forma campanhas de violência nas relações íntimas poderiam facilitar a procura de ajuda especificamente para estes homens.

Fisioterapeuta desde 2010, pela Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro. Pós-graduação em Fisioterapia em Pediatria, na Escola Superior de Saúde da Cruz Vermelha Portuguesa. Mestre em Desenvolvimento da Criança - variante desenvolvimento motor, desde 2015, pela Faculdade de Motricidade Humana, da Universidade de Lisboa. Exerceu atividade em diversas instituições, sempre ligada à pediatria, como elemento das equipas locais de intervenção e dos centros de recurso para a inclusão. Treinadora de karate adaptado e formadora de desporto adaptado e karate adaptado em diversas federações nacionais. Formação complementar em Therasuit, e perturbações do neuro-desenvolvimento.

Estudantes de Mestrado

Francisco Cary

Nuno Duarte

Filipe Lourenço

Diogo Ferreira

Resumo Tese Mestrado

Resumo Tese ISCTE-IUL, 2017

Em certas áreas das ciências médicas, nomeadamente no ramo da fisioterapia, há necessidades crescentes na avaliação objetiva do progresso da reabilitação que cria novas oportunidades para a aplicação das Tecnologias de Informação e Comunicação. Como parte das novas tecnologias, os jogos sérios são aqueles que podem ajudar o paciente no caminho da motivação e no processo de recuperação. Este sistema pode ser usado pelos fisioterapeutas e pacientes durante o processo de reabilitação de mãos e dedos. Usando jogos altamente interativos, desenvolvidos para uma interface de utilizador natural, com suporte do controlador Leap Motion, é possível avaliar o desempenho do paciente em diferentes atividades físicas. Através dos jogos desenvolvidos em Unity 3D, com suporte do controlador, é possível obter os dados de desempenho do paciente durante as várias sessões de treino. Todas as informações relativamente aos planos de treinos estabelecidos, resultados e outros dados, são armazenados em um servidor remoto. As informações armazenadas podem ser acedidas através de uma aplicação móvel, desenvolvida em Android e destinada ao fisioterapeuta, que também pode ser usada para configurar os jogos sérios. O uso de jogos sérios permite ao paciente com deficiências motoras, produzir uma interação dinâmica e uma abordagem diferente na execução de exercícios tradicionais em tratamento de recuperação. O sistema permite que um número ilimitado de sessões de treino seja realizado, podendo ser consultado a qualquer momento através da aplicação móvel. Desta forma, é possível visualizar valores históricos e comparar os resultados das diferentes sessões de treino, analisando a sua evolução.

Resumo Tese ISCTE-IUL, 2017

A tese apresenta uma plataforma de jogo séria desenvolvida usando o motor de jogo Unity 3D juntamente com o sensor Kinect V2 como uma interface natural de utilizador. O objetivo deste trabalho foi fornecer uma ferramenta para avaliação objetiva dos movimentos dos pacientes durante as sessões de fisioterapia, bem como uma maneira agradável que possa aumentar o envolvimento do paciente nos treinos de reabilitação motora. A plataforma desenvolvida baseada no sensor Kinect V2 deteta o movimento 3D de diferentes articulações do corpo e fornece capacidade de armazenamento de dados em uma base de dados remota. A plataforma que gere só dados do paciente durante o processo de fisioterapia inclui dados biométricos, alguns dados relevantes para fisioterapeuta relacionados com o historial clínico do paciente, pontuações durante o treino e valores de métricas, como a distância entre os pés durante o jogo, o uso do pé esquerdo e direito, frequência e tempo de execução do movimento associado à mecânica do jogo. A tese apresenta a descrição das tecnologias e técnicas utilizadas para o desenvolvimento da plataforma, e alguns resultados relacionados com o uso da plataforma.